Alunos da turma 73 de olho nos bastidores de algumas reportagens do Canal Futura

 

Eu e o monitor Márcio Rezende durante a oficina na E. M. Pedro Aleixo

 

Estes acima são alunos da Escola Municipal Pedro Aleixo, na Cidade de Deus. A convite do professor Márcio Rezende, do projeto www.ensina.org.br passei uma bela manhã com a turma 73. O objetivo era estimular as crianças a seguir estudando ao longo da vida. Apesar das dificuldades de cada um e das diferentes trajetórias, muitos alcançam o sucesso a partir da renúncia. Deixar de lado o prazer de alguma atividade para cumprir uma etapa educacional é desafio de todos. E faz diferença ao longo da carreira. É fato. O difícil é entender esta conversa aos 10, 11, 12 anos de idade.

Enfim, comigo não foi diferente. Estudei em Petrópolis em dois colégios: o Instituto Social São José, do pré-escolar ao sexto ano, e depois, no CEDI – Centro Educacional de Desenvolvimento Integrado – do meio do sexto ano ao terceiro do ensino médio.

 

Minhas matérias preferidas: Língua Portuguesa, História e Geografia.

Minhas dificuldades: Matemática e Física

Meu terror: Química

Como jornalista, contei um pouco do trabalho hoje e procurei refletir sobre como era o meu dia-a-dia na escola. Tomei gosto pela leitura na biblioteca e nos festivais de prosa e poesia que aconteciam nos finais de ano. Foi fundamental para escolha da carreira. 

Na Cidade de Deus, todos estavam ali por vontade própria, uma vez que é verão e durante o mês de janeiro – época do evento – a turma gozava de férias escolares. No entanto, as aulas eram de reforço. Fiz muito isso. Hoje entendo o quanto foi fundamental na minha vida aquele esforço de estudar em momentos difíceis para um menino, como na hora do futebol no campinho ou da matinê do final de semana.

 

Anúncios