Gente: demorou, mas saiu. Na verdade, demorei, mas fui. Fui ver o filme argentino vencedor do Oscar na última temporada. O segredo dos seus olhos. Obra-prima. Do início ao fim, o longa prente a atenção da platéia com momentos intrigantes, engraçadíssimos e com doses especiais do bom e velho glamour argentino.

Uma cena que me impressionou bastante foi a do jogo de futebol. Quem viu o filme sabe do momento que estou falando. Um plano sensacional com uma câmera aérea que vem descendo, passa pelo gramado e sobe novamente para a arquibancada e permanece ao lado dos protagonistas, como se fosse um torcedor. É claro que há truques de edição que permitem a passagem dos frames de uma câmera para outra a ponto do espectador não perceber nada.

Sei que é duro para nós brasileiros ver a rivalidade argentina se acirrar ainda mais com esta conquista portenha, mas o fato é que mesmo com tantos talentos merecedores da estatueta de Hollywood aqui no Brasil, os compadres de Buenos Aires chegaram na frente e levaram o caneco pra casa rosada.

Salve a diversidade cultural e a alma latina!

 

Anúncios