Embarco daqui a pouco para Salvador. De lá, seguirei em direção ao oeste do estado da Bahia para fazer uma série de reportagens sobre um modelo de cartografia que utiliza os conhecimentos tradicionais de comunidades para elaboração de mapas.

 

 

Ao meu lado, o pesquisador Franklin de Carvalho e o mobilizador social do Canal Futura, Roberto Sousa. A ideia é conversar com lideranças comunitárias em cidades como Senhor do Bonfim, acompanhar oficinas cartográficas em Oliveira dos Brejinhos e desbravar recantos às margens do rio São Francisco, como Xique-xique e Uauá.

 
 
Pra semana mando mais notícias. Ficarei na Bahia por 8 dias. Durante este período, quem quiser, pode acompanhar os bastidores da viagem aqui no blog e ainda pelo twitter em  @JOSEBRITOCUNHA e @canalfutura. No Jornal Futura, às 12h e 17h entrarei ao vivo, provavelmente a partir de terça-feira. 

Em meio a este post, algumas das cenas que pretendo encontrar pelo caminho.  A região foi usada como cenário do filme “Abril despedaçado”. Por lá também passaram Lampião e seus seguidores rumo a Canudos. Hoje, o ecoturismo desponta como vertente econômica e  pinturas rupestres chamam atenção em alguns passeios.

 
 
 
 

Até!

Anúncios