Breves registros da tarde do último domingo no Maracanã.

 

 

Acompanhei todo o campeonato. Em casa, no trabalho, no boteco, no Maraca, longe do Rio, fora do país. Onde estivesse, estava de olho no Mengão. E foi assim. Sete meses de infinitas análises nas manhãs de segunda-feira, meses de sentimentos diversos:  dor, angústia, tensão, raiva, desespero, lamentação, esperança, alegria, vibração… meses de risos, lágrimas, gritos… meses que me levaram ao êxtase. E assim estou!