Após 7 meses, 37 rodadas e infinitas horas torcendo no Maracanã ou na frente da TV, chegou a hora de mais uma batalha. Vou trabalhar hoje pela manhã numa reportagem para o Futura sobre a Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, que se apresenta às 11h na sala Cecília Meireles, na Lapa. Em seguida, fecho o texto rapidinho na redação para vestir o manto sagrado em direção ao Mário Filho. Na alma do repórter, o orgulho de ser rubro-negro!! 

 

Vamos Flamengo!! 

Anúncios