rubinho

E ele está de volta!!

Depois de seis anos vivendo à sombra do alemão Michael Schummacher na Ferrari;  logo depois, três temporadas  no ostracismo da Honda;  em seguida, um plano de aposentadoria que não vingou,  Rubens Barrichello subiu novamente ao pódio da F-1. Tudo bem que em segundo lugar, deixando os holofotes com o companheiro de equipe, o inglês Jenson Buton, mas aí já era pedir demais… 

Parabéns aos estreantes da Brawn GP!

Boa temporada à vista.