Foram mais de três meses de investigações que culminaram em uma notícia que não é novidade pra muita gente: milhares de crianças e adolescentes ainda sobrevivem em condições indignas no Brasil e a violência contra elas faz com que famílias inteiras se entreguem a uma rede perversa de prostituição e crime.

 desenho21

O foco da série de reportagens que fiz para o Jornal Futura e o programa Sala de Notícias não era apenas o envolvimento de crianças e adolescentes nestas redes de exploração sexual, mas sim as discussões das quais participam assistentes sociais, políticos, policiais, educadores, promotores públicos, sociólogos e a própria sociedade. Discussões estas que procuram nortear o Estado brasileiro na elaboração de novas políticas de enfrentamento a este crime muito comum e praticado em quase todo o país.

entrevista na Casa de Passagem, no Recife.

entrevista na Casa de Passagem, no Recife.

 

 

 

E mais do que isso: são discussões que procuram acabar com um preconceito que classifica esta situação como algo diretamente relacionado à pobreza e que só atinge pessoas de baixa renda e do sexo feminino. Durante a pesquisa para a matéria, encontro um território livre na internet para o acesso de turistas ao mercado do sexo no Brasil. Com uma rápida busca é possível contratar pacotes completos com encontros com prostitutas, entre elas adolescentes.

 http://www.youtube.com/watch?v=_HA5y8dPnFU

 

assista às outras reportagens da série em

www.futura.org.br

 

leia+

www.andi.org.br

www.observatoriodainfancia.com.br

www.unicef.org.br

www.sedh.gov.br